31 de outubro não é mais feriado em Barra de São Francisco

O dia 31 de outubro, que por alguns anos foi feriado municipal do Dia do Evangélico em Barra de São Francisco, já não é mais.

Os vereadores cancelaram o feriado em votação no dia 19 de agosto de 2019.

Segundo o vereador Wilson Mulinha, o projeto foi colocado em votação a pedido da Associação de Ministros Evangélicos (AME) e da Câmara de Diretores Lojistas (CDL).

Apresentei uma proposta alternativa para que fosse transferido o feriado do dia 31 de outubro para o dia 30 de novembro, Dia Nacional dos Evangélicos, mas fui derrotado em plenário“, lamentou Mulinha.

O vereador, que já tinha adiantado que votaria pelo cancelamento se fosse da vontade da maioria da população, disse que conversou com alguns pastores, com pessoas do segmento evangélico e até mesmo católicos que queriam a permanência do feriado.

Conversei com alguns pastores, com pessoas do segmento evangélico e até mesmo católicos. Eles foram categóricos que desejariam a permanência do feriado Municipal, onde alguns sugeriram essa troca para o dia 30 de novembro, por isso apresentei a proposta“, disse Mulinha ao SiteBarra.

O vereador, que desde o início entrou no debate sobre o cancelamento do feriado, disse que pessoas não entendem a atitude. Muitos evangélicos aos quais conversamos não entendem como uma Associação de Evangélicos composta por alguns pastores tomam uma atitude sem consultar a população e principalmente o povo Evangélico que são 42% no município“, disse ele.

Com a aprovação do Projeto de Lei, o dia 31 de outubro não é mais feriado Municipal em comemoração ao Dia do Evangélico no município de Barra de São Francisco.

O Projeto

No final do ano de 2013, foi aprovada na Câmara Municipal de Barra de São Francisco, a LEI N° 0508/2013, de autoria do vereador Jessuí da Cesan, que estipulou o dia 31 de outubro como feriado municipal do Dia do Evangélico Francisquense.

Jessuí chegou a dizer que o cancelamento foi um crime.A Câmara matou o Dia do Evangélico, desabafou e ex-vereador.

Segundo a justificativa da lei, o objetivo  é reconhecer a importância deste segmento na sociedade francisquense e as suas ações em prol da população, que ultrapassam os limites da evangelização.

Projeto anterior

Dia do Evangélico é um Projeto Lei de autoria do ex-vereador Paulo Edson e a data era o dia 15 de novembro.

Em 2013, o então vereador Jessui da Cesan apresentou um Projeto Lei mudando a data para o dia 31 de outubro. O projeto foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal.

Com informações do SiteBarra

Leia também

Vereadores cancelam feriado do Dia do Evangélico em Barra de São Francisco

“Isso foi um crime. A Câmara matou o Dia do Evangélico”, desabafa Jessuí da Cesan após cancelamento de feriado