Após tiroteio, Polícia Militar cerca agência do Sicoob de Barra de São Francisco

A polícia militar de Barra de São Francisco cercou a Agência do Sicoob de Barra de São Francisco na manhã desta segunda-feira, 24 de dezembro de 2018.

Segundo informações preliminares,  homens armados estão dentro da agência e fizeram reféns.

Testemunhas disseram que o gerente de uma concessionária de motos e a esposa, que é funcionária do banco, podem ter sido alvos de assalto.

Houve tiroteio na cidade. Muitos moradores estão assustados e muita gente está no local. A área foi isolada pela polícia militar, que está com vários homens na operação.

Um homem foi detido em frente ao Rosana Hotel, na esquina da Barra Celulares, na Av. Jones dos Santos Neves.

Atualização da Polícia

De acordo com a polícia militar de Barra de São Francisco, uma facção criminosa denominada PCC, agiu no domingo (23) e sequestrou o funcionário do Banco Sicoob (Jeferson), que ficou nas mãos dos criminosos até a manhã desta segunda-feira.

No momento que Edmar Cabral, que reside no Córrego do Boi, interior de Barra de São Francisco, foi ao banco Sicoob sacar um dinheiro no caixa eletrônico, foi rendido por um dos criminosos, tendo uma arma apontada para sua cabeça.

No centro da cidade, em frente o “Rosana Hotel”, o gerente da Mol Motos de Barra de São Francisco, Marcone Santos, estava dentro do seu veículo com sua esposa e uma criança. Um dos assaltantes ordenou que Marcone sentasse no banco de trás do veículo. Marcone segurou o desconhecido que estava armado e a polícia agiu. Houve disparos de arma de fogo que só atingiram o veículo. Marcone, sua esposa, a criança e Edmar foram resgatado.

Em outro veículo estava o segundo desconhecido que também foi preso pela Polícia e seguia no sentido a Mantena.

Segundo informações dos assaltantes apreendidos eles estavam em um total de 09 pessoas e pertenciam a facção criminosa denominada PCC.

Fotos e vídeos enviados pelos internautas