Conta de luz tem reajuste e fica mais cara no Espírito Santo

A conta de luz dos capixabas vai ficar mais cara a partir deste sábado (7). O reajuste médio é de 9,75% para os consumidores do Espírito Santo.

O anúncio foi feito pela concessionária de energia EDP na terça-feira (3).

O aumento foi homologado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). No caso de consumidores residenciais, o aumento será de 9,81%. Já para consumidores em alta tensão, como indústrias e estabelecimentos comerciais, o percentual da diferença será de 6,89%.

Na prática, uma pessoa que pagava R$ 100 de conta de luz, por exemplo, passará a pagar R$ 109,81.

No exemplo de uma conta de R$ 100, R$ 25,50 (25,5%) são destinados à EDP, R$ 37,90 (37,90%) ao pagamento de despesas com geração e transmissão de energia e R$ 36,60 (36,6%) aos encargos e tributos.

O principal índice que regula o setor elétrico no Brasil é o o índice Geral de Preços do Mercado (IGPM). Nos últimos 12 meses aumentou 33,75%.

Segundo a concessionária, no entanto, os principais fatores que impulsionaram o aumento foram a elevação no custo de compra de energia, devido à crise hídrica, e a atualização dos custos de prestação dos serviços.

O reajuste vai valer apenas para as regiões do estado que são atendidas pela EDP. O Noroeste do Espírito Santo, atendido pela empresa Luz e Força Santa Maria, não terá reajuste neste momento.

Os municípios atendidos pela Luz e Força Santa Maria que não terão reajuste são Alto Rio Novo, Pancas, Águia Branca, São Gabriel da Palha, Vila Valério, São Domingos do Norte, Governador Lindenberg, Colatina, Marilândia, São Roque do Canaã e Santa Teresa (distritos de Santo Antônio do Canaã, São João de Petrópolis e 25 de Julho).