Depressão pode ter levado menina de 13 anos de idade a cometer suicídio em Barra de São Francisco

O que leva uma menina de apenas 13 anos de idade a cometer suicídio?

Esta pergunta está sendo feita por familiares e amigos de Ana Paula, que cometeu suicídio na tarde desta quinta-feira, 19 de abril de 2018, no Córrego Miracema, interior de Barra de São Francisco.

A jovem era uma menina humilde, porém carregava no peito um complexo de inferioridade, que estava aos poucos consumindo sua vida. Uma gravidade que consome o ser humano silenciosamente, o levando a uma depressão e a morte.

Veja matéria sobre a morte

Na parte da manhã, na escola Governador Lindemberg (Polivalente), onde estudava, a jovem tentou contra a própria vida se cortando de estilete. Foi socorrida no Pronto Socorro de Barra de São Francisco, porém, a gravidade do problema se alastrou e na parte da tarde, utilizou uma corda para dar fim a própria vida.

Os amigos de escola da jovem disseram que ela sempre questionava a todos com a seguinte pergunta: “Por que ninguém gosta de mim?”.

Sem um abraço, sem um amigo ou amiga verdadeira para dizer “amiga levante a cabeça”, a vida é bela, a jovem ia aos poucos sendo consumida pelo silêncio da depressão a qual a levou a morte.Comentava-se na escola que ela gostava de uma pessoa da escola, porém não era correspondida, pois o amor desta pessoa já estava amarrado a um outro coração.

Você estudante das escolas tanto de Barra de São Francisco quanto de outras cidades,  talvez uma simples brincadeira de mau gosto pode tirar a vida de seu semelhante. Nunca critique alguém pelas roupas que usa, os problemas que estão passando, pois é nesta hora que aparece o amigo verdadeiro.

Os dias atuais estão diferente do passado. Nas escolas, dificilmente se vê os amigos dividindo uma merenda, um papo saudável. Só brigas,confusões e um querendo se mostrar melhor que o outro. Agora, só nos resta saudades desta jovem de apenas 13 anos que tinha uma vida inteira pela frente.

Que o fato ocorrido sirva de exemplo em todas as escolas e em todas as famílias. Talvez um abraço, uma conversa um afago, poderia ter evitado que esta jovem cometesse suicídio.

Fonte: SiteBarra