Dia D da vacina contra a gripe e sarampo imunizou 238 pessoas em Barra de São Francisco

Um mutirão de vacinação contra o sarampo e a gripe realizado no último sábado, 30, imunizou 238 pessoas em Barra de São Francisco, sendo a maioria delas, crianças de seis meses a 4 anos e 11 meses de idade.

De acordo com o relatório da Coordenadoria de Vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), foram imunizados 36 adultos, sendo 30 com a antigripal e 6 contra o sarampo.

Já as crianças compareceram em maior número, até porque a campanha começou para eles nesta data. Foram 101 crianças vacinadas contra a gripe e o mesmo número recebeu a dose contra o sarampo, totalizando 202 aplicadas.

O Dia D marca oficialmente o início da imunização de novos grupos, com a antecipação de crianças de seis meses a menores de cinco anos para as duas campanhas e a de gestantes e puérperas para a gripe.

Para o secretário municipal de Saúde, Elcimar de Souza Alves, o dia D atingiu o objetivo, já que a imunização de idosos contra a gripe vem acontecendo há mais de um mês e, por isso, não deu tanta gente nos postos.

“A imunização de crianças teve uma resposta melhor dos pais e mães, que compareceram com os filhos e os vacinaram tanto contra a gripe quanto contra o sarampo, através da tríplice viral, que imuniza também contra a caxumba e rubéola”, destaca Alves.

Campanha de vacinação

A expectativa, segundo explica a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis da Sesa, Danielle Grillo, é que em relação à influenza, a ação possa ampliar ainda mais as coberturas vacinais dos públicos prioritários.

“Em pouco mais de um mês do início da vacinação contra a Influenza temos mais de 230 mil doses aplicadas nos públicos que já iniciaram, os idosos e trabalhadores da saúde. O objetivo com o Dia D, além de oportunizar a vacinação aos demais grupos, é poder facilitar a ida à unidade de saúde de quem ainda não pôde comparecer durante a semana, influenciando diretamente no aumento da cobertura vacinal”, disse.

Já quanto à vacinação contra o sarampo, Danielle Grillo ressaltou ser um momento importante para que as famílias possam garantir a segurança de seus filhos frente a uma doença altamente contagiosa e que pode deixar sérias sequelas, além de levar à morte.

“Por isso, atentamos aos pais e responsáveis o quão relevante e poderoso é imunizar suas crianças contra o Sarampo. Não percam a oportunidade de garantir a segurança e o cuidado, e que podem aproveitar também a ida ao serviço de saúde para receber a dose da Influenza no mesmo dia”, explicou.