Empresário Ademilton Nogueira, que perdeu irmã vítima de dengue hemorrágica, estará na Câmara de vereadores

O empresário no ramo de supermercados de Barra de São Francisco, Ademilton Nogueira, que na semana passada perdeu sua irmã Maria José Nogueira, vítima de dengue hemorrágica, estará na sessão legislativa desta segunda (03). Ademilton espera poder sensibilizar os parlamentares municipais, no sentido de se encontrar soluções para evitar que outras pessoas, assim como sua irmã, venham a ser vítimas dessa doença.

Veja mais casos de dengue na cidade

De acordo com o empresário, é necessário que se tome providências urgentes para amenizar o problema da proliferação do aedes aegypti.

Se cada um fizer um pouco vamos conseguir melhorar este triste quadro. Espero que a morte de minha irmã não seja em vão e que ajude a despertar a consciência nas pessoas de que todos temos uma obrigação de zelar pelo lugar que habitamos e principalmente saber que com a nossa omissão, podemos estar colaborando para que outras pessoas sejam vitimadas“, desabafou o empresário.

Ademilton Nogueira estará se avistando minutos antes da sessão legislativa desta segunda-feira dia 03, com os vereadores. Ele pretende ocupar tribuna durante a sessão, para alertar e solicitar apoio no combate a dengue zika e chikungunya.

O empresário destacou que pretende encontrar apoio das autoridades para que a Cesan também seja responsabilizada e participe com ações integradas e efetivas em uma campanha que deverá mobilizar toda a sociedade.

Eu por exemplo, tenho diversos imóveis residenciais e quanto eu já paguei por água e esgotos para a Cesan? Agora, precisamos que esta empresa retorne pelo menos um pouco do que ela arrecadou para com a nossa cidade e principalmente para os cidadãos“, desabafou Ademilton.

O que é Dengue hemorrágica?

A dengue hemorrágica acontece quando a pessoa infectada com o vírus da dengue sofre alterações na coagulação sanguínea. Se a doença não for tratada com rapidez, pode levar à morte.

Existem quatro tipos de vírus causador da dengue com quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4. A infecção por um deles dá proteção para o mesmo sorotipo e imunidade parcial e temporária contra os demais.

Os sintomas iniciais são parecidos com os da dengue clássica, e após o terceiro ou quarto dia surgem hemorragias causadas pelo sangramento de pequenos vasos da pele e outros órgãos. Na dengue hemorrágica, ocorre uma queda na pressão arterial do paciente, podendo gerar tonturas e quedas da própria altura.

No continente americano, a primeira epidemia de dengue hemorrágica aconteceu em Cuba, em 1981. No Brasil os casos de dengue hemorrágica eram raros até o ano 2000, quando chegou ao país o vírus da dengue tipo 3. Isso aumentou o número de casos, pois iniciou a infecção em pessoas que já tinham sido acometidas pelo vírus 1 e/ou 2.

Causas

A transmissão da dengue ocorre através da picada do mosquito Aedes que, após um período de 10 a 14 dias após ter sido contaminado ao alimentar-se de sangue humano com o vírus da dengue, pode transportar o respectivo vírus durante toda a sua vida. A dengue não é transmitida de pessoa para pessoa.