Espírito Santo já exportou mais de US$ 277 milhões em rochas em 2017

As exportações de rochas ornamentais no Espírito Santo somaram US$ 277,4 milhões nos primeiros quatro meses deste ano. Os dados são do Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas).

De acordo com a entidade, mesmo com uma desaceleração de 5,96% nas vendas, se comparado ao mesmo período em 2016, as pedras estão mais valorizados no mercado internacional, visto que o preço médio dos materiais subiu 1,84% no intervalo analisado.

Os dados divulgados pela entidade reforçam a hegemonia dos Estados Unidos como principal comprador das rochas brasileiras. O país americano importou US$ 222,4 milhões nos primeiros quatro meses deste ano, seguido pela China, com US$ 34,6 milhões no mesmo período.

O presidente do Centrorochas, José Antônio Guidoni, explica que os empresários estão investindo em estratégias para valorizar a rocha natural no exterior. “Nossas expectativas agora estão voltadas para as feiras do segmento, como a Vitória Stone Fair, que acontece nos próximos dias e deve aquecer as vendas no segundo semestre deste ano”, pontua.

O Espírito Santo continua na liderança como maior exportador do país, com uma participação de 82% no total comercializado, somando, sozinho, US$ 277,4 milhões dos US$ 336,3 milhões exportados de janeiro a abril de 2017.