Estudantes de Direito promovem palestra sobre combate a Dengue em Cachoeirinha de Itaúnas, interior de Barra de São Francisco


Na manhã desta terça-feira, 12 de novembro de 2019, foram realizadas palestras com as turmas dos turnos vespertino e matutino da Escola Municipal Cachoeirinha do Itaúnas, no interior de Barra de São Francisco, com temática voltada ao combate e prevenção do aedes aegypti, mosquito transmissor das doenças Dengue, Zika e Chikungunya.

Os palestrantes do dia foram os membros do Setor de Vigilância Ambiental Gelder Daniel da Silva, Coordenador da Vigilância e Tânia Patrícia Pereira Barbosa, Agente de Endemias e responsável por nutrir o banco de dados da seção.

Nas palestras, foi dado enfoque ao que a comunidade deveria fazer para prevenir epidemias do mosquito, como ocorrera recentemente no Estado, e práticas adotadas pelo Município no combate ao mesmo. Também ocorreu a distribuição e explicação da cartilha “10 minutos salvam vidas”, do Governo do Estado do Estado do Espírito Santo, onde demonstram como prevenir o surgimento de focos do mosquito aedes aegypti nas residências.

A palestra realizada integra um Portfólio Reflexivo da matéria de Prática de Extensão Interdisciplinar, tendo como autoria Moabe Carlos de Oliveira Silva, Gabriel Angelo Massucatti Rissi, Gilcemir Wolkartti, Josenir Veronez, Matheus Hoffmann da Silva, Rozenildo dos Santos Martins e Sérgio Teixeira de Carvalho, acadêmicos de Direito do 8º período da faculdade Multivix de Nova Venécia.

Para a realização da Palestra, o apoio da Escola Municipal Cachoerinha de Itaúnas e o Posto de Saúde de Cachoeirinha de Itaúnas foi de grande importância, em especial atuação dos servidores Reinaldo Lopes Gonçalves, diretor da escola, e Suellen Cristina Sousa Oliveira, enfermeira chefe do Posto de Saúde.

Reinaldo L. Gonçalves se dispôs a todo o momento em ajudar no projeto do portfólio e sugeriu, inclusive, sua ampliação, que a princípio se limitaria ao turno matutino.

Por sua vez, Suellen C. S. Oliveira, se dispôs igualmente, buscando informações seguras e palestrantes qualificados e com experiência na área abordada.

Destaca-se também o auxílio das servidoras Jedália Silva Dias Oliveira e Poliana Sárria, atuando na comunicação para a organização do evento, por parte da escola e posto de saúde, respectivamente, bem como a Agente de Saúde Comunitária Creuza Moreira de Matos Maulaz, entrevistada no momento da etapa de criação do projeto.

Destaca-se a necessidade de se dar continuidade com projetos do tipo, com finalidade de conscientizar as crianças e adolescentes de nosso Município, o que refletirá diretamente na qualidade de saúde e prevenção de doenças, incidindo indiretamente em economia para a Administração Pública com gastos de saúde.