Idosa de 71 anos morre após ser espancada por assaltantes em casa no interior de Águia Branca


Crime aconteceu no interior de Águia Branca, na casa da idosa, na noite de sexta-feira (6). Ela ficou internada, mas não resistiu e morreu nesta terça-feira (10).

Uma idosa de 71 anos morreu nesta terça-feira (10) após ficar quatro dias internada em um hospital em São Mateus, no Norte do Espírito Santo. Dona Dalvina Arlete Gripa foi encontrada muito ferida pela família no sábado (7), na casa onde morada, em Águia Branca. A polícia investiga a hipótese de latrocínio, mas ninguém foi detido ainda.

A idosa morava sozinha em uma casa na localidade de Córrego Bela Vista, que fica a aproximadamente 2 km do Centro de Águia Branca. A família acredita que a residência foi invadida por criminosos na sexta-feira (6), mas todos só ficaram sabendo no dia seguinte, quando foram à casa dela.

Dona Dalvina foi socorrida e levada para o hospital em São Mateus, mas não resistiu aos ferimentos e morreu nesta terça. O corpo dela foi enterrado na manhã desta quarta-feira (11), em Águia Branca.

A Polícia Civil informou que Dona Dalvina tinha muitos ferimentos na cabeça, mas disse o que foi usado para bater na idosa.

A principal hipótese investigada é a de latrocínio – roubo seguido de morte – porque a família percebeu que cartões de crédito e outros pertences pessoas de dona Dalvina foram levados. A polícia disse que já tem alguns nomes de suspeitos, mas que não pode informar mais detalhes para não atrapalhar as investigações.