Macaco encontrado morto pode ter sido envenenado; febre amarela não está descartada


O macaco foi encaminhado para o Centro de Controle de Zoonoses de Colatina (CCZ) para o início dos procedimentos e análises para descobrirem a causa real da morte do primata

Difusora Colatina

Foto: Divulgação/ Internet

Um macaco foi encontrado morto no bairro Vila Lenira, em Colatina, na segunda-feira (20). As pessoas que encontraram o animal, disseram que o bicho poderia ter sido envenenado, mas ainda têm dúvidas quanto a verdadeira causa da morte. A possibilidade de que o animal tenha morrido de febre amarela também foi levantada por populares.

O macaco foi encaminhado para o Centro de Controle de Zoonoses de Colatina (CCZ), onde serão realizados os procedimentos e análises para descobrirem a causa real da morte do primata. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o macaco ainda está no local e será realizada a coleta do material. O laboratório que fará a análise da causa da morte do primata está localizado no Paraná.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Comunicação, as características do animal não são de um ser doente, o que indicaria que o bicho pode ter sido envenenado.

Em 2017, a população colatinense foi imunizada contra a febre amarela, devido aos casos registrados em Minas Gerais. Na época, uma corrida aos postos de saúde do município e da região ocorreu à procura de vacinas. Ainda não está definida a data que o material para análise será enviada ao laboratório especializado neste tipo de exame.

Fonte: Folha Vitória