Norte do ES: mulher é morta à facadas na noite de Natal e filho é o principal suspeito do crime


Diego da Conceição, de 28 anos, havia deixado a prisão por meio da saída temporária de Natal e, apesar de suspeito pelo assassinato, acabou sendo preso por descumprir medidas obrigatórias.

Diego da Conceição, de 28 anos, é suspeito de assassinar a mãe, em Linhares

Diego da Conceição, de 28 anos, é suspeito de assassinar a mãe, em Linhares

Uma mulher foi encontrada morta na casa onde morava, em Linhares, Norte do Espírito Santo, nesta quarta-feira (25). Segundo a polícia, o filho Diego da Conceição, de 28 anos, é o principal suspeito de ter assassinado a própria mãe, Tereza da Conceição, de 55 anos.

A suspeita de que Diego seja o autor do assassinato foi confirmada pelo delegado Thiago Cavalcante, mas ainda não há informações sobre o que teria motivado o crime. O homem está detido na 16ª Delegacia Regional de Linhares e será encaminhado a um presídio.

Tereza da Conceição, de 55 anos, foi morta a facadas dentro de sua casa, em Linhares

Tereza da Conceição, de 55 anos, foi morta a facadas dentro de sua casa, em Linhares

No entanto, o delegado explicou que a prisão não está relacionada ao assassinato, mas sim à outras pendências do homem com a Justiça. Diego estava preso por roubo e foi beneficiado com a saída temporária de Natal. Entretanto, ele teria descumprido medidas obrigatórias e confessou, em depoimento, que passou a noite bebendo em um bar, além de ter consumido drogas.

Relato

Diego relatou à polícia que encontrou o corpo de Tereza da Conceição na manhã do dia 25 de dezembro. Ele esteve, inclusive, no Serviço Médico Legal (SML) de Linhares para reconhecer o corpo da mãe e conversou com a reportagem da TV Gazeta.

Na ocasião, ele disse à reportagem que não sabia o que teria motivado o crime, mas que desconfiava de latrocínio porque tinha dado falta de uma televisão na casa.

Diego da Conceição esteve no Serviço Médico Legal de Linhares

Diego da Conceição esteve no Serviço Médico Legal de Linhares

O homem foi detido mais tarde já na delegacia, quando fazia os procedimentos de liberação do corpo da mãe.

Um outro filho de Tereza também prestou depoimento sobre o crime. Agora, a investigação do caso será conduzida pela Delegacia de Homicídio de Linhares.